13 de jul de 2012

Um falso sorriso



  Tem dias que é preciso chorar, chorar e colocar pra fora tudo que engasga e às vezes desse rasgando a garganta. Chorar faz bem, traz alivio, traz paz pra alma, é como regar uma planta que esta morrendo por falta de água, tem dias que não adianta sorrir e fingir estar tudo bem, por que não está nada bem, então você desaba.


  Desaba por fora, pois por dentro esse desmoronamento acontece há tempos, aquilo remoendo ali dentro, deixando para trás e passando por cima como se pisasse em cacos estilhaçados no chão que remetem em cada pedaço uma historia do passado.

  Não é fácil sair na rua mostrando um falso sorriso, isso machuca. Fere.

  Não são todos os dias que você acorda disposta a sorrir e enfrentar o dia de cabeça erguida, as vezes a princesa guerreira tem de se livrar do peso da armadura e deixar as lágrimas curarem as feridas que as lutas diárias resolveram deixar, ou simplesmente lustrar a coroa e não deixar que ela marque o cabelo e estrague o penteado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário